CULTURA COM ESSÊNCIA

CULTURA COM ESSÊNCIA

Assunto de Família (Manbiki Kazoku)

Tivemos a oportunidade de assistir após a coletiva de imprensa da 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo   o  emocionante "Assunto de Família" (Mankini Kazoku/Shoplifters) do diretor Hirokazu Kore-eda e distribuição da Imovision.

(Sakura Andou, Miyu Sasaki, Jyo Kairi, Lili Franky, Mayu Matsuoka e saudosa Kirin Kiki)

Sinopse

Depois de uma de suas sessões de furtos, Osamu e seu filho se deparam com uma garotinha passando frio ao relento. A princípio relutante em abrigar a menina, a esposa de Osamu concorda em cuidar dela depois de saber das dificuldades que enfrenta. Embora a família seja pobre, sobrevivendo  através de pequenos crimes, eles parecem felizes. Até que um incidente revela segredos que testam os laços que os unem.

(Um laço que não precisa ter o mesmo sangue)


Essência do Filme


De fato o filme é muito bom, no início você imagina aquela tradicional família desprovida de luxo, numa desordem, um caos total na casa onde todos dormem, almoçam e jantam juntos. Dividem suas as experiências nada convencionais do dia a dia mas são unidos. Como  matriarca,  Hatsue Shibata (Kirin Kiki)  a "Bachan" é uma figura,  acolhe todos debaixo de suas asas e seus segredos, além dos dela. Mas quando a pequena Yuri (Miyu Sasaki) chega no  controverso lar, a coisa muda e notasse tanto amor e um laço quem não vem de sangue.  A vida não é fácil, já que a família vive de pequenos furtos e outras "formas" de ganhar dinheiro.  Mesmo assim transmite um calor humano que na medida do tempo vai apertando pelas circunstâncias. Apesar de ser um drama, você não chora horrores mas é profundo como o afeto entre eles vai além até onde eles se permitem. Por exemplo a ligação de Osamu Shibata (Lili Franky) com   Shota Shibata (Jyo Kairi) seu suposto filho  e com Yuri,  é de tocar o coração. Todos tem um encanto bem peculiar mesmo não sendo a família perfeita. Há de se surpreender com a narrativa e os segredos que vão sendo revelados. 

( Uma família que a pequena  Yuri adotou)


Eu recomendo muito, tanto que o diretor japonês Hirokazu Kore-eda será homenageado com o Prêmio Humanidade. Prêmio concedido a personalidades que demonstram questões humanistas, sociais e políticas pertinentes ao tempo de forma corajosa e sensível.  O Prêmio Humanidade desta edição da Mostra será concedido a duas pessoas, ao diretor japonês e também merecidamente ao Dr. Drauzio Varella pela sua relação com a escrita e o audiovisual trabalhando como voluntário na Casa de Detenção do Carandiru, o médico colheu as histórias que, há quase 20 anos, ocupam o imaginário coletivo nacional. Além disso haverá outras premiações.


Assista o trailer





Sobre Hirokazu Kore-eda

Assunto de Família" (Manbiki Kazoku) do diretor Hirokazu Kore-eda, nascido em Tóquio, Japão, em 1962. Seu primeiro longa-metragem de ficção, Maborosi, a Luz da Ilusão (1995, 20ª Mostra), ganhou o prêmio Ozella d’Oro no Festival de Veneza. É diretor de filmes como Depois da Vida (1998), Ninguém Pode Saber (2004), Hana (2006), Andando (2008), Air Doll (2009), um segmento do longa Kaidan Horror Classics (2010); e O Terceiro Assassinato (2017), todos exibidos na Mostra. Realizou ainda Pais e Filhos (2013), vencedor do Prêmio do Público de melhor filme de ficção estrangeiro na 37ª Mostra; e Depois da Tempestade (2016), ganhador do Prêmio da Crítica de melhor filme internacional na 40ª Mostra. Só isso...

Ficha Técnica

Vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Direção: Hirokazu Kore-eda
Roteiro : Hirokazu Kore-eda
Fotografia: Ryuto  Kondo
Montagem: Hirokazu Kore-eda
Música: Haruomi Hosono 
Elenco :Sakura Andou, Miyu Sasaki, Jyo Kairi, Lili Franky, Mayu Matsuoka e Kirin Kiki
Produtor: Kaoru Matsuzaki, Akihiko Yose, Hijiri Taguchi
Produção: Aoi Pro. INC.
Distribuição: Imovision
Mostra(s) 42ª
Ficção  121 min  digital  cor  2018
País: Japão



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.