CULTURA COM ESSÊNCIA

CULTURA COM ESSÊNCIA

Uma partida de duas lendas do tênis em uma disputa tão esperada e emocionante. Björn Borg vs John McEnroe.

Para os fãs de tênis, segue essa  incrível história de determinação e muita paciência e autocontrole.  Foi uma das partidas mais esperada de todos os tempos. Uma emocionante  história do tênis, que faz a gente sentir e torcer a cada jogada. 

  
A obra apresenta a lendária partida entre os tenistas Björn Borg e John McEnroe na final do torneio de  Wimbledon, em 1980. O filme vai além da histórica disputa. Sverrir Gudnason é Björn Borg. Aos 24 anos, ele está perto do fim da carreira, cansado, desgastado e atormentado pela ansiedade. Enquanto isso, seu rival John McEnroe  (Shia LaBeouf), de 20 anos, está decidido a tomar o lugar no trono de Wimbledon de seu antigo herói. A história, não só conta a esperada disputa entre o número um e segundo no ranking. Traz a trajetória de cada um deles e como chegaram ao topo. A lendária partida de 1980, não sou deixou um vencedor, mas um grande aprendizado na história do tênis.

  
O filme é muito bem construído, e Lennart Bergelin vivido por Stellan Skarsgård deixa bem claro que todo desempenho como treinador valeu para o jovem  Björn colocasse o pés no chão e a raquete na mão. Não foi fácil construir e recriar um típico adolescente explosivo. Por outro lado, é nítido que o novato John McEnroe também sinta a responsabilidade  e a necessidade de ganhar esse torneio, mesmo tendo Borg como sua inspiração. Suas atitudes irritantes não agrada nem um pouco a imprensa e o público. Na medida que o mundial de tênis se aproxima, ambos se preparam e a tenção aumenta gradativamente. Borg mais maduro, já não é mais aquele jovem rebelde. Ele acaba criando uma característica comparada ao iceberg e logo recebe o apelido de iceborg. A expectativa é grande e o mundo do tênis só se resume ao Gran Finale. Sim, de fato o filme foi muito bem casado com a história  e o mais incrível é cena com  a postura e atitude de ambos no dia da competição. Outro detalhe, são  as peculiaridades  de cada um no seu jeito de jogar, concentrar e enxergar o outro.
Não passa despercebido o carisma e preferência do público em relação a Borg, mas o novato McEnroe não deixa de ser notado.  




Sverrir Gudnason é bem parecido com Borg e Shia Labeouf está impecável no papel de McEnroe, deixando para traz seus personagens dos filmes Paranóia e Transformers.  Dirigido por Janus Metz, seu filme Armadilho de 2010, foi aclamado e premiado em diversos festivais, incluindo o Grand Prix. Borg vs McEnroe abriu o Festival de Toronto de 2017.




A essência do Filme:

A expectativa é tão grande, que você sente que realmente esta no torneio de 1980. E já passa  pela cabeça de quem esta assistindo, o seu tenista favorito. A linha traçada do passado e futuro de ambos, parece coisa do destino. Todos tiveram seus percalços para chegar nessa grande dia, que seria o começo ou o fim dependendo do ponto de vista. Disputa elegante entre jovens, porém o respeito e o controle total de John McEnroe diante da presença de Björn Borg é imprescindível.   


(Björn Borg e John McEnroe no mundial de Wimbledon 1980)




Ficha Técnica:

Direção: Janus Metz 
Roteiro: Ronnie Sandahl
Elenco: Sverrir Gudnason,  Shia Labeouf, Stellan Skarsgård, Tuva Novotny,Ian Blackman, Robert Emms, Scott Arthur, David Bamber, Janis Ahern, Jane Perry,
Claes Ljungmark, Jackson Gann, Leo Borg, Marcus Mossberg, Colin Stinton, Dag Malmberg, Jina Jay, Johannes Persson, Jessie Frost e Maggie Widstrand.
País: Suécia
Ano: 2017
Tempo: 108 Min
Gênero: Drama, Biografia
Distribuidora: Supo Mungam Filmes
Agradeciementos: Supo Mungam Filmes



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.