CULTURA COM ESSÊNCIA

CULTURA COM ESSÊNCIA

Invisível aos olhos da sociedade. Gravidez na adolescência, aborto e solidão são temas do novo longa de Pablo Giogerlli

Um problema social que atinge várias mulheres jovens. Aborto ainda é um  tema muito polêmico e ultimamente foi um assunto mais  discutido na  Comissão da Câmara que aprovou regras mais duras no país. Criando muito desconforto e opiniões. Então vamos conhecer a história de  Ely.  




  

Ely (Mora Arenillas) tem 17 anos e mora no bairro da Boca em Buenos Aires. Ela cursa o último ano do ensino médio e trabalha num pet shop para completar a renda familiar. Ao descobrir que está grávida do Raúl (Diego Cremonesi), dono do pet shop, seu mundo interno colapsa. Enquanto tenta manter sua rotina diária como se nada tivesse acontecido ela é tomada pelo medo e angústia. A sociedade que a pressiona e o estado de saúde frágil da sua mãe a isolam e a obrigam a amadurecer precocemente. Tomar a decisão que mudará sua vida para sempre lhe permitirá ter um novo começo. Ely precisa nadar contra a corrente e sozinha tenta decidir seu futuro.      




Apesar de parecer fria, Ely tem pouco diálogo e obviamente um conflito enorme dentro  dela. Seu mundo transbordando de culpa, medo, raiva, tristeza, solidão e um futuro incerto. Ao se envolver com Raúl, um homem maduro, casado,  pai e nitidamente pouco interessado em abandonar sua família, Ely busca por ela mesma a solução mais obvia quando não se tem chão - o aborto.  Como toda adolescente que não tem uma família estruturada, busca apenas uma amiga para compartilhar sua decisão incerta. Os dias vão passando e a sensação é de frustração e solidão. O que me faz entender, quantas meninas passaram e passam  por situações assim. No caso da Ely, o aborto é considerado ilegal na Argentina, tratando-se de um assunto que ainda é tabu e não sendo possível falar com realismo, profundidade e sensibilidade. Vivendo em condições muito simples  e com a mãe emocionalmente depressiva, a única saída é pedir ajuda para o  Raúl. Não foi difícil, mesmo  sendo uma situação de risco e ilegal, Raúl consegue o dinheiro e um lugar clandestino para o processo do aborto. Pasmem, não era de esperar que  ele fosse reconsiderar que uma jovem de 17 anos poderia correr o risco de vida. Isso é  a solução perfeita para homens  como ele. No entanto para Ely, seu conflito interior tortura sua existência e o chão fica cada vez mais propenso a desmoronar. Atualmente, o aborto é legal no Brasil em casos de risco de morte da gestante ou em gestação resultante de estupro. Ainda permanecer questionando a sociedade e fingindo ser algo já discutido. O assunto ainda cria polêmica e precisa ser claro e conducente.  
  



A essência do Filme:
Com poucas palavras e nada de contos de fada. O desespero e conflito interior de uma jovem são contados de uma forma bem peculiar para uma sociedade que não enxerga os esquecidos que andam entre nós. Porém o homem machista e inconsequente  e a falta de estrutura familiar, são pontos que fortalecem essa situação que precisa ser conduzida com mais seriedade. 





Pablo Giorgelli nascido em Bueno Aires, trabalha com cinema desde de 1993 como diretor de  curtas e montador. Seu primeiro longa metragem,  Las Acacias (premio Camera de Ouro) estreou na Semana de Crítica  do Festival de Cannes em 2011. Invisível  (Invisible) participou do prestigioso atelier de Cannes  para desenvolvimento de projetos. Participação garantida também do festival de Veneza 2017.
Comovido com a solidão, desespero e o desamparo, Pablo enxerga com profundidade que essas pessoas são invisíveis perante a sociedade. Mesmo tendo uma personagem mais presa em seu próprio conflito, o drama retrata muito bem esse problema social. 
     

Ficha Técnica:
Direção:Pablo Giogerlli
Roteiro:Pablo Giorgelli, Maria Laura Gargarella
Elenco: Mora Arenillas, Diego Cremonesi, Mara Bestelli, Estrela Strauss, Andrés Schaffer, Michael Waharmann e Fabiana Uría.
Países: Argentina, Alemanha, Brasil e Uruguay. Gênero: Drama Social.
Distribuição: Vitrine Filmes
Agradecimentos: Sinny Assessoria.

 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.