CULTURA COM ESSÊNCIA

CULTURA COM ESSÊNCIA

As Duas Irenes vão encantar o seu dia.



Uma história tão delicada e universal com toque essencial da descoberta de cada personagem. Um filme muito bem construído no contexto de cada momento que nos deparamos com a realidade em que Irene, descobre o que de fato fazer com essa descoberta. 


Sipnose:

Irene é uma adolescente de poucas palavras, de uma família tradicional do interior. Aos treze anos, descobre que seu pai tem uma filha com outra mulher, com a mesma idade e por incrível que pareça, com o mesmo nome. Por conta própria e sem revelar o segredo, Irene procura se aproximar de sua irmã. ,Aos poucos ela descobre um universo onde  toda adolescente curiosa percorre. O primeiro amor, o beijo, a roupa da moda e principalmente a afinidade de ter uma irmã nessas circunstâncias.  Até onde ela vai com esse segredo, somente  seu coração jovem saberá.



Um filme que  mostra uma delicadeza e tanto em vários aspectos. Irene por sua vez, parece incompreendida pela família, e ao descobrir esse segredo, ela acaba  encontrando um universo bem diferente do seu lar.  Embora  a personagem seja de poucas palavras, a gente consegue perceber pelo olhar de Irene,  quantas respostas ela gostaria de ouvir sem perguntar. Ela reluta e conta apenas com Madalena, a empregada. Complicado para uma pessoa tão jovem, tentar solucionar o passado com presente sem saber o que pode acontecer no futuro. Obviamente as duas Irenes são diferentes, pois a irmã descoberta é mais desinibida e resolvida. No entanto o filme é nostálgico e bem caraterístico do clima bucólico do interior, com canções que nos faz lembrar a época de nossos pais. Eu recomendo essa belíssima e encantadora  história. Simples mas você passa a compreender  o mundo nos olhos  de Irene. Qual delas? 

A essência do filme:
O universo das jovens protagonistas e seus mundinhos diferentes, porém essenciais na vida de cada uma. O limite entre a verdade e o interesse da descoberta. O cenário bucólico que traz a inocência, a revolta e o amor.  

Informações pela Vitrine Filmes 


AS DUAS IRENES  teve sua estreia mundial no último Festival de Cinema de Berlim, onde foi exibido na Mostra Generetion. Protagonizado pelas jovens atrizes Priscila Bittencourt e Isabela Torres, que fazem sua estreia no cinema, o filme tem a narrativa construída a partir da vida de duas adolescentes e de seus pontos de vista.



No elenco, além das jovens estreantes, Marco Ricca (como o pai Tonico), Susana Ribeiro e as atrizes do Grupo Galpão Inês Peixoto e Teuda Bara. AS DUAS IRENES será distribuído no Brasil pela Vitrine Filmes através do projeto Sessão Vitrine Petrobras. Com patrocínio do Fundo de Cultura de Goiás, da Lei Goyases e do ProAc SP, o filme foi realizado com R$ 1,2 milhão e produzido pela Roseira Filmes e pela Lacuna Filmes, de Diana Almeida e Daniel Ribeiro  produtora do sucesso de público e crítica Hoje Eu Quero Voltar Sozinho – e com coprodução da Balacobaco Filmes.

SOBRE O DIRETOR:
Fabio Meira começou no cinema como assistente de Ruy Guerra, no filme O Veneno da Madrugada, e colaborou posteriormente em Quase Memória como Produtor de Elenco. Após se formar na Escola Internacional de Cinema de San Antonio de Los Baños, em Cuba, em 2008, foi convidado para a oficina “Como se cuenta un cuento”, do escritor Gabriel García Márquez, e recebeu uma bolsa de roteiro na ESCAC, em Barcelona. Como roteirista, trabalhou para diretores como Caru Alves de Souza, com quem escreveu De Menor, Melhor Filme do Festival do Rio de 2013. Realizou nove curtas e média-metragens, entre eles Pátria, Hoje Tem Alegria e Atlântico, com prêmios em festivais como É Tudo Verdade e Encontros de Cinema de Toulouse, além de exibições na ESPN Brasil e no Canal Brasil. Foi também roteirista de The Illusion, dirigido pela cubana Susana Barriga e premiado nos festivais de Berlim, Chicago e Havana. As duas Irenes é seu primeiro longa como diretor.

Ficha Técnica:
Dirigido e roteiro por Fábio Meira
Produtores: Diana Almeida
Filmado: Goiás 
Elenco: Marco Ricca (Tonico), Susana Ribeiro (Mirinha), Inês Peixoto (Neuza), Teuda Bara, Maju Soares (Solange), Isabela Torres como Irene de Neuza  e Priscila Bittencourt como Irene de Mirinha
Distribuidora: Vitrine Filmes

Agradecimentos: Vitrine Filmes e Sinny Assessoria

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.